Devo usar sliders no meu site?

A resposta é não. Nunca se deve utilizar um slider (também há quem lhe chame carrossel/caroussel). Não adiciona nenhum valor ao SEO da página, carrega ficheiros extra de JavaScript e bloqueia o utilizador de ver o teu conteúdo de uma forma mais rápida e direta.

Porque é que há quem exija um carrossel na abertura da sua página web?

Quando se tem um site de uma empresa muito grande, com vários departamentos, ou até com vários produtos, é comum existir um debate acesso sobre quem terá maior visibilidade no espaço inicial do site. Diferentes tipos de produtos ou promoções, as várias valências da empresa, entre outros.

Baseado em vários estudos, sabemos que menos de 1% dos visitantes interage com os sliders.

Um excelente artigo que partilha alguns destes dados, expõe que, de todos os utilizadores que interagem com um slider, 84% carrega no primeiro slide e não vê os restantes. Traduzindo estas estatísticas para uma formula matemática, a cada 1000 visitas, 10 pessoas interagem com o slider (990 ignoram), desses 10, 8.4 pessoas clicam no primeiro slide. Só 1.6 pessoas em cada 1000 visitas vão ver / interagir com o segundo slide. Compensa?

Visitantes em smartphones e sliders

Podemos pensar que incluir um slider para utilizadores que visitam o site num smartphone poderá ser uma excelente oportunidade para mostrar mais informação, correto? No entanto, estes utilizadores estão até mais habituados a fazer scroll na página do que qualquer outro tipo de visitante.

Para além disso, um slider num ecrã pequeno vai limitar em demasia o tipo de conteúdo visível, fazendo com que muitas das vezes, o conteúdo tenha que ser diminuído para ser visto na sua totalidade.  A não utilização de imagens diferentes quando comparando o mobile vs desktop é um dos erros comuns.

Utilizadores tendem a ignorar áreas com banners pois pensam que é publicidade.

Um dos grandes especialistas em usabilidade, o Jakob Nielsen, confirmou num dos seus testes que são raros os utilizadores com interação nos sliders. O estudo pretendia responder à pergunta: Existe alguma promoção no site da Siemens para máquinas de lavar?

Confere a seguinte imagem:

Conclusão do estudo: A promoção estava visível no topo da página com uma fonte a 98. O utilizador não viu a promoção, pois o slider avançou para o slide seguinte, em vez de ficar parado.

Prejudica o Core Web Vitals

Todos estes pontos prejudicam a performance e pode até resultar numa pontuação negativa no Core Web Vitals, uma nova funcionalidade do Google para avaliar o desempenho de um site.

Um simples carrossel, pode afetar o Core Web Vitals da seguinte forma:

  • LCP – O Largest Contentful Paint: pode ser influenciado negativamente se o seu slider demorar muito a carregar.
  • FID – First Input Delay: Os sliders normalmente incluem ficheiros pesados de JavaScript o que pode bloquear a interação com o resto do site.
  • CLS – Content Layout Shift: Alguns sliders são muito instáveis em termos de alturas, e pode fazer com que o seu conteúdo “salte” à medida que é trocado o slide. Isto impacta negativamente o Core Web Vitals.

Conseguimos convencer a não utilizar um slider no seu site? Precisa de mais argumentos?

Contacto:

Aveiro.

+351 915 066 308
Contacte-nos

Conectar

Assine a nossa newsletter

Não enviamos spam, mas enviamos notícias, tutoriais e as últimas novidades. Duas vezes por mês.